Algumas curiosidades sobre as raposas

Início » curiosidades » Algumas curiosidades sobre as raposas

Publicado: 07/11/2016 às 19:48

Aaaah, as raposas. Elas são conhecidas por serem animais inteligentes, falsos, traiçoeiros e ruins, ou é isso que os principais filmes onde se tem uma raposa querem passar para os espectadores (sim! eu to falando das animações da Disney). Mas não é bem assim que a banda toca não amiguinho, na verdade elas são animais bastante carinhosos.

Pensando nisso, nós resolvemos reunir algumas curiosidades sobre esse fantástico animal. Confira:

1. Onde vivem?

raposa-toca

Os habitats das raposas são em regiões de clima temperado. Podemos encontrar esse animal na América do Norte, Eurásia, Austrália, norte da Europa, e norte da África. Elas escolhem locais em que podem encontrar alimentação em grande quantidade.

As raposas definem seus territórios de forma oval e os marcam com urina e secreções, patrulhando-os frequentemente. Dentro dos territórios constroem uma complexa rede de tocas, sendo uma delas a principal e as outras secundárias. A principal vai aumentando com o tempo, podendo possuir mais de 16 túneis, 6 saídas e se estender por até 6 metros de profundidade. As tocas secundárias são pequenas estruturas espalhadas pelo restante do território e pelas suas zonas de atividade, para utilização durante caças ou como refúgio em caso de perigo.

2. Características

raposa-se-alimentando

A maioria das espécies possui focinho fino, orelhas pontudas, cauda peluda e olhos pequenos e triangulares.

Uma raposa adulta costuma pesar de 6 a 10 quilos (macho). As fêmeas pesam um pouco menos, de 4 a 8 quilos.

É um animal solitário, bom corredor, nada facilmente e sobe em árvores com certa facilidade. O olfato é o melhor dos seus sentidos.

As raposas comem praticamente tudo. A sua dieta habitual inclui minhocas, insetos, larvas de borboletas, pombas, roedores, ovos, peixes e muitas frutas e verduras. No outono podem viver à base de maçãs.

Elas atacam sempre sozinhas, nunca em grupo, e nunca atacam gatos e cães, ao menos que fiquem encurraladas. Um mito popular é que matam galinhas por diversão.

As raposas estabelecem uma hierarquia social definida dentro de cada grupo, e que é patente quando dois indivíduos se encontram, comportando-se um como dominante e outro como subordinado.

A expectativa de vida desses animais giram em torno dos 10 anos. Entretanto, principalmente por conta da caça, elas acabam vivendo apenas 2 ou 3 anos nos lugares mais afetados pela ação humana.

Elas fazem parte da “família” dos cães, mas são muito mais parecidas com gatos, principalmente por conta da agilidade e do formato dos olhos, que lembram muito os felinos. Os “bigodes”, característicos dos gatos, também estão presentes nas raposas, mas não apenas no rosto. Esses pelos também são localizados nas pernas do animal, ajudando-o a se situar no ambiente, indicando o que existe ao redor.

3. Espécies

especies-raposas

Existem cerca de 37 espécies reconhecidas como raposas. Somente 12 delas pertencem ao gênero Vulpes das “raposas verdadeiras”, do qual a raposa-vermelha é a mais comum.

As principais espécies são: raposa-das-estepes, raposa-vermelha, raposa-do-ártico, raposa-cinzenta, raposa-orelhuda, raposa-do-campo e raposa-das-ilhas.

4. Reprodução

filhotes-raposa

A reprodução ocorre uma vez por ano, e as fêmeas ficam no cio por aproximadamente 3 semanas. O período de reprodução desse animal é entre dezembro e março. A gestação dura entre 50 e 60 dias.

Cada fêmea dá a luz de 2 a 5 filhotes, por gestação. Os filhotes nascem pesando entre 50 e 150 gramas, com pelagem marrom escura ou preta, com os olhos fechado (que só se abrem entre 9 e 14 dias) e com as pontas das orelhas dobradas (só ficam eretas após 1 mês).

Os partos ocorrem na toca principal, que não é forrada, mas encontra-se revestida pelo numerosos pêlos que caem da fêmea nesta época.

Nesse período os machos fornecem alimento às fêmeas na própria toca. Com um mês os filhotes começam a sair da toca e passam a comer alimentos sólidos. Mais duas semanas e eles já apresentam a pelagem da mesma cor dos adultos, e passam a procurar o próprio alimento. O desmame ocorre entre 6 e 8 meses.

5. Outra curiosidade interessante é:

mozilla_firefox_logo

O mascote do navegador Mozilla Firefox é confundido frequentemente com uma raposa, mas na realidade trata-se de um panda vermelho.

Sim, é verdade, confira a explicação:

Em 2002, o nome do projeto era Phoenix (Fênix), a famosa ave que renasce das cinzas. Alguns meses depois, houve uma alteração e o projeto passou a se chamar Firebird. Porém, essas duas marcas já estavam registradas. Foi então que em 2004, mudou para o que conhecemos e passou a se chamar Mozilla Firefox.

panda-vermelho

A mascote do Firefox é a fox, um panda vermelho (que você pode conferir na imagem acima). O conceito inicial do logotipo foi desenhado por Stephen Desroches, e depois, formulado pela equipe com efeitos gráficos, usando a imagem conceitual do animal, modificado e super simpático, envolvido em um globo azul. Como o panda vermelho não é conhecido, o designer acabou usando traços da raposa, e por isso a confusão entre os dois.

Mas, se traduzirmos Firefox para o português, fica como “Raposa de Fogo”. Isso mesmo, mas saiba que esse é um dos nomes pelo qual o panda vermelho é chamado. Acontece que o animal apresenta características bem parecidas com as da raposa, como pelagem avermelhada e cauda longa.

Fontes: Mundo Animal, Mistérios do Mundo, InfoEscola, A Terra em Marte, Toda Biologia, TechTudo e Wikipédia

Comentários:
Compartilhe: